Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Automação de Oficina de Prensas

Nossa flexibilidade aumenta sua produtividade

As linhas de prensas avançadas da Comau oferecem melhor desempenho geral em qualquer ambiente.

Projeto flexível

A abordagem da Comau para cada linha que ela desenvolve é baseada em uma avaliação cuidadosa dos recursos tecnológicos disponíveis, para atingir o melhor resultado. Começando pela definição do layout, obtida pela modelagem tridimensional e simulação cinemática, a Robótica da Comau é capaz de garantir:

  • Soluções flexíveis concebidas para atender as demandas do cliente e trabalhar com qualquer tipo de linha
  • Instalação rápida e inicialização do equipamento graças a uma equipe perita, especializada em aplicações de prensa a prensa
  • Máxima flexibilidade de produção
  • Gerenciamento de até 256 partes estampadas, com tamanhos e formatos diferentes (peças modeladas ou caracterizadas)
  • Flexibilidade em chapas sob medida, de diferentes espessuras
  • Movimentação simultânea de várias peças
  • Ampla gama de equipamentos e acessõrios, adequados para atender quaisquer demandas de manufatura – garras, estações de desempilhamento, máquinas de lavagem industrial, transportadoras, etc.

Soluções versáteis

De modo a satisfazer qualquer requisito de produção – do mais simples ao mais exigente – as linhas prensa a prensa da Comau estão disponíveis com uma ampla variedade de componentes de apoio. Dependendo da tarefa a ser executada, cada linha pode ser equipada com vários acessorios dedicados, que são todos diretamente gerenciados pelo software SMART IP. O sistema prensa a prensa também pode ser integrado com garras, estações de desempilhamento, estações de centramento, máquinas de lavagem/lubrificação/escovação, trocadores automáticos de ferramentas, correias transportadoras, sistemas automáticos de empilhamento e muito mais.

 
 

Estação de carregamento e desempilhamento

Nós fornecemos soluções completas para automatizar a estação de onde a chapa é escolhida e trabalhada. Localizadas antes do carregamento da chapa dentro da prensa principal, as estações podem ser equipadas com máquinas de lavagem e/ou lubrificação e/ou escovação, e também mesas de centramento com sistemas mecânicos ou de visão. Estações de desempilhamento podem até mesmo ser integradas depois do projeto inicial, caso o cliente deseje distribuir o investimento ao longo de um maior período de tempo.

Estação de giro

De acordo com os requisitos de produção e equipamento disponível (por exemplo, no caso de prensas de dupla ação), pode ser necessário girar a folha com uma passagem aérea entre dois robôs, depois do estágio de desenho.

Estações de manuseio prensa a prensa

Nós podemos automatizar células intermediárias prensa a prensa, nas quais a folha é escolhida de uma prensa e posicionada na prensa seguinte, para operações de acabamento subsequentes. A alta velocidade e aceleração dos robôs SMART PressBooster, assim como a possibilidade de alcançar distâncias estendidas, asseguram a alta produtividade e eficiência do sistema, dia após dia.

Estação de descarregamento / empilhamento

Descarregamento de chapas da prensa de final de linha e empilhamento das chapas em containers ou equipamento semelhante de estocagem. Esta estação pode ser  executada tanto com um sistema totalmente robotizado como através de soluções híbridas que incorporam operações parcialmente manuais. A estação também pode ser fornecida com transportadores e sistemas de empilhamento.

Moldagem a quente

A moldagem a quente é uma tecnologia relativamente nova que está sendo aplicada no mercado automotivo. Ela utiliza aços novos, em liga de boro, para peças estruturais e de segurança em automóveis. As chapas são aquecidas dentro de um forno até 950° C (1.742° F), antes de serem estampadas e resfriadas até 250° C - 482° F, sob a pressão do cubo de prensa para atingir parâmetros específicos. Graças à transformação martensítica que ocorre no aço durante esse processo, as peças deixam a linha de estampagem a quente com propriedades mecânicas altas e perfeitas: uma resistência final à tração de 1400 a 1600 Mpa (cerca de 200 a 230 KSI) e uma força de rendimento entre 1000 e 1200 Mpa (cerca de 145 a 175 KSI).

Controle automático de qualidade

Nosso sistema de tecnologia de controle de qualidade é equipado com câmeras, iluminação especial e software, de modo a medir as peças estampadas antes do empilhamento, para detectar potenciais rachaduras e evitar desvios.